Publicado em: 24 de outubro de 2014 às 15:13
Quero Comentar

Várzea Alegre agora tem SAMU e muitas vidas serão salvas por este serviço


SAMU-BLOG1

Foto: Laéce Oliveira | Equipe do SAMU em Várzea Alegre

Hoje o post será bem curto. Quero apenas parabenizar o prefeito Vanderlei Freire (PSD) e o secretário de Saúde, Dr. Fernando Fernandes, pela instalação do SAMU neste município. Provavelmente as pessoas só se darão conta da importância deste serviço quando precisarem da sua assistência, que em alguns casos, será fundamental para salvar vidas. Na semana passada, assistimos a uma avalanche de críticas ao prefeito e ao seu secretário, em razão dos problemas dos cães errantes e casos de calazar na cidade. Mas hoje, quando um serviço de grande importância chega ao município pelos esforços destas mesmas pessoas, ninguém pronuncia um palavra de reconhecimento. Então, registro neste blog, onde tantas vezes dei alfinetadas na administração municipal, os meus parabéns por esta conquista.

SAMU-BLOG2

Foto: Laece Oliveira | Sec de Saúde do Ceará, Ciro Gomes, Dr Sarto, Dr Pedro Sátiro e o prefeito Vanderlei Freire inauguraram o SAMU em Várzea Alegre

É preciso agir com coerência em todos os momentos, principalmente na hora de reconhecer os acertos de quem administra. Alguém comentou comigo: “Mas esse serviço só veio pra cá agora porque estamos em época de política e para beneficiar tal candidato”. A mim pouco interessa isto. O importante é que veio e que irá ajudar muita gente. Antes em tempo de política do que nunca.

O que é o SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência

O SAMU presta socorro em qualquer lugar, em residências, locais de trabalho, vias públicas. Basta ligar para o 192. A ligação é gratuita. Quando o SAMU recebe a ligação um médico regulador faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente ou a pessoa que fez a chamada sobre as primeiras ações que podem ser tomadas, como a prestação dos primeiros socorros ou a imobilização da vítima, dependendo da gravidade do caso. Em casos graves, o paciente é transferido de uma ambulância com UTI. O médico comunica a urgência ou emergência aos hospitais públicos ou UPAs e assim garante atendimento rápido, com menos riscos de sequelas e redução de óbitos graças ao socorro precoce.

Publicado em: 21 de outubro de 2014 às 15:27
Quero Comentar

Vigilância Sanitária intensifica trabalhos para evitar casos de calazar


Foto: Laece Oliveira

Foto: Laece Oliveira

Após a grande discussão em torno da morte de um bebê com sintomas de calazar na semana passada, a Prefeitura de Várzea Alegre está intensificando os trabalhos de coleta de sangue de cães para realização de exames. Entre esta segunda e terça-feira, cerca de 400 cães já foram examinados preliminarmente. Nos casos que dão positivo para a doença, o sangue do animal é enviado para o Lacen, em Fortaleza, para análise mais detalhada. Após esta análise, se em cerca de oito dias o animal apresentar sintomas da doença, confirmando-a, outras medidas serão aplicadas. A Prefeitura está atendendo a uma reivindicação da sociedade que está preocupada com a grande quantidade de cães errantes e uma possível epidemia de calazar entre estes animais na cidade.

Solidariedade…

FERNANDO-FERNANDES

Os médicos varzealegrenses estão programando uma manifestação de apoio ao Secretário de Saúde Municipal, Dr. Fernando Fernandes, para esta quarta-feira, 21. O gestor da pasta foi alvo de duras críticas na última semana em razão da morte de um bebê com sintomas de calazar, cujo caso ainda não foi confirmado pela Secretaria de Saúde do Estado. Em uma manifestação ocorrida sábado pela ruas da cidade, foi pedida a sua exoneração do cargo. A Prefeitura não se pronunciou sobre o caso, o que leva a crer que o secretário permanece como titular da área.

Mudando de assunto…

ASFALTAMENTO-CAPA

A Prefeitura anunciou o asfaltamento de 36 ruas. Neste primeiro momento serão 12 vias beneficiadas. O prefeito da cidade, Vanderlei Freire (PSD), informou que as 36 ruas que estão sendo asfaltadas, têm recursos oriundos na Secretaria das Cidades, do Governo do Estado, da ordem de R$ 1.500.000,00 e do Tesouro Municipal. Veja a lista:

01. Rua Antônio Alves de Oliveira – Centro (2.004,83)

02. Rua Dr. Leandro Correia – Centro (1.417,06)

03. Avenida Luiz Afonso Diniz – Centro (2.595,30)

04. Rua Gonçalves Dias – Centro (2.214,40)

05. Rua J. Gomes Fiúza – Centro (474,98)

06. Rua José Correia Sobrinho – Centro (493,23)

07. Rua José Fiúza – Centro (767,34)

08. Rua Júlio Alves Bastos – Centro (1.810,99)

09. Rua Mestre Antônio – Centro (808,41)

10. Rua Osvaldo Cruz – Centro (646,32)

11. Complementação da Rua José Alves Ribeiro – Centro (209,12)

12. Rua Padre José Gonçalves – Centro (586,50)

13. Rua Padre José Alves – Centro (282,32)

14. Rua Pedro Gonçalves – Centro (1.392,20)

15. Rua Pedro Morais – Centro (395,83)

16. Rua Regina de Carvalho – Centro (1.154,64)

17. Rua São Francisco – Centro (613,87)

18. Rua Vicente Primo – Centro (419,68)

19. Travessa Delegado F. Tonheiro – Centro (454,35)

20. Travessa Frutuoso Dias – Centro (259,80)

21. Travessa José Clementino – Centro (477,35)

22. Travessa Canindezinho – Centro (225,08)

23. Beco da Rua Gonçalves Dias – Centro (145,71)

24. Rua Antônio Primo Filho – Centro (427,33)

25. Rua Antônia Cabeleira – Alto da Prefeitura (2.218,53)

26. Rua Chagas Bezerra – Alto da Prefeitura (2.842,76)

27. Rua Dr. Jorge Siebra – Alto da Prefeitura (398,12)

28. Rua Mundinho Tibúrcio – Alto da Prefeitura      (567,94)

29. Travessa entre a Rua Chagas Bezerra e Rua Antônia Cabeleira (189,45)

30. Rua Alto dos Félix – Alto da Prefeitura (478,47)

31. Rua ao redor da Escola Maria Amélia – Alto da Prefeitura (504,14)

32. Rua entre a Rua Alto dos Félix e Rua Chagas Bezerra – Alto da Prefeitura (216,08)

33. Margens da Avenida Vicente Alves Costa – Zezinho Costa (1.466,17)

34. Rua André Alves Costa – Zezinho Costa (1.999,42)

35. Rua Antônio Alves Costa – Zezinho Costa (2.540,52)

36. Rua João Alves de Menezes – Zezinho Costa (2.306,65)

Publicado em: 20 de outubro de 2014 às 15:08
Quero Comentar

Ao contrário do que muitos pensam, Várzea Alegre não é a única “privilegiada” com cães errantes e casos de calazar


MANCHETE-CALAZAR

O município de Várzea Alegre, ao contrário do que muitos estão dizendo, não é o único “privilegiado” em relação aos problemas com cães errantes e casos de calazar. Neste final de semana, com a repercussão da morte de um bebê com suspeita de ter sido acometido pela doença, uma saraivada de críticas foram lançadas contra a atual administração do prefeito Vanderlei Freire (PSD) e de seu secretário de Saúde, Dr. Fernando Fernandes. Este, inclusive, teve sua saída da pasta exigida por manifestantes que pediram providências quanto ao problema nesta cidade. Ora, fato é que Várzea Alegre não desponta como única cidade com problemas dessa natureza. Para se ter uma ideia, a TV Verdes Mares publicou matéria sobre o caso de Várzea Alegre e outro em Juazeiro do Norte. Em comum, a revolta das famílias questionando a demora para diagnosticar a doença na rede pública da cidade. A reportagem também diz que a Secretaria de Saúde do Estado não confirmou nenhum dos casos.

De fato, há um problema grave para ser enfrentado, mas não apenas em Várzea Alegre. Nosso município está sendo tão vítima quanto outros que se encontram na mesma situação triste. Óbvio que o fato de ter em comum problemas com outros municípios não livra o poder público local de sua responsabilidade. Mas daí pegar o município como bode espiatório da situação, chega a ser exagero da parte de alguns. Isto que estamos vivendo não é problema de um, é problema de todos. É problema de governos e sociedade. Qualquer discussão que fuja dessa lógica, tornar-se-á inócua. O pior é o fato da paixão político-partidária tornar-se sempre mais importante do que buscar as soluções mais viáveis para os problemas.

Sei que há quem se aproveite do momento para colocar em xeque todo o trabalho realizado pela Secretaria de Saúde local, mesmo sabendo que casos de calazar vêm ocorrendo ao longo do tempo e de todas as administrações municipais. Isto é um ônus de se estar no poder quando ocorrências lamentáveis ocorrem. Mas considero que seria mais coerente dizer que todos os administradores tiveram uma falha em comum, que foi justamente o fato de não terem tomado medidas mais eficazes, cada um à sua época, para minimizar o problema, dando a impressão de que a problemática apareceu somente agora.

Uma coisa é certa! O tempo agora não é de procurar culpados, mas sim, uma solução rápida e eficaz. E ninguém sozinho conseguirá esse feito. Somente sociedade e instituições governamentais unidas com este propósito conseguirão uma solução. Mas não creio que o foco das discussões vindouras será a resolução do problema. Alguns insistirão em apontar o dedo, até porque é sempre mais fácil e cômodo.

Veja o vídeo sobre calazar:

 calazar: uma doença que pode matar!

Publicado em: 18 de outubro de 2014 às 17:26
Quero Comentar

Caso da morte do bebê poderia ser emblemático e transformador, mas corre o risco de cair no esquecimento e virar só estatística


JOAO EDIGLE E FAMILIAPois eu acho que Várzea Alegre está perdendo uma grande oportunidade de demonstrar capacidade de mudança. O caso do bebê morto por calazar em nosso município poderia se tornar emblemático, transformador e exemplar. Mas ao que parece, está indo para o rol dos acontecimentos corriqueiros e infrutíferos, além de correr o risco de cair no esquecimento. E lhes digo o porquê de pensar assim. Desde a denúncia do pedreiro João Ediglê, de que seu filho estava internado com calazar em estado grave, na última quarta-feira, e de que o município não havia lhe dado qualquer assistência, uma avalanche de justificativas surgiu de todas as partes. Cada um tentando se explicar e mostrar que fez sua parte, dentro do possível, para que um bebê não viesse a pagar com a própria vida, os frutos da omissão coletiva de direitos e deveres da nossa sociedade. Sim, na minha humilde opinião, a omissão foi coletiva – tanto do governo quanto da sociedade civil – e não apenas neste caso, como em muitos outros que testemunhamos no dia a dia, sem proferir uma palavra de indignação.

Na manhã deste sábado, 18, motivados pela dor comum da morte, uma multidão se fez presente nas ruas da cidade para chamar a atenção das autoridades para o problema do grande número de cães errantes e os casos de calazar registrados no município. Liderados pelo pai da criança morta, as pessoas gritaram pedindo justiça e a saída do secretário municipal de Saúde, Dr. Fernando Fernandes, além da retirada dos cães das ruas da cidade e a instalação de um centro de zoonoses ou de um canil. Tenho minhas dúvidas se algum destes quesitos será atendido. Quando se sente dor, a nossa reação mais natural e imediata é gritar. E é exatamente isso que o pedreiro João Ediglê está fazendo pela dor da perda precoce de seu filho. O receio que tenho é se ele será ouvido ou se seus apelos cairão no esquecimento, mesmo gritando em coro uníssono, como ocorreu nesta manhã. Na Prefeitura Municipal não havia ninguém. O discurso de João Ediglê acabou sendo proferido dele mesmo para o povo que o acompanhava, mas não às autoridades. Nem por isso o assunto acabará aqui. Creio que não. Houve quem aproveitasse da ocasião para fazer campanha política utilizando adesivos de candidatos ao governo do Estado. Não vejo mal nenhum nisso, cada um se manifesta como achar melhor. Houve quem criticasse a presença do ex-prefeito João Eufrásio no evento. Para mim, absolutamente normal. Antes de ser ex-prefeito e ter suas ideologias político-partidárias, é um cidadão como qualquer outro, com o livre direito de expressão. Se quis prestar seu apoio à causa, ninguém pode criticá-lo por isso.

O fato é que, a esta altura, o pedreiro João Ediglê deve estar em algum lugar se perguntando se a sua manifestação, compartilhada por centenas de pessoas, surtirá algum efeito. Não sei se surtirá. Mas surtiria, se o prefeito municipal Vanderlei Freire (PSD), investido de seu papel de representante do povo, estendesse a mão a João Ediglê. O que este rapaz quer, ao que me parece, é ser ouvido. E se eu fosse o prefeito, o ouviria. Marcaria uma audiência e me proporia a ouvir suas queixas, para quem sabe assim, me inteirar da sua revolta por completo. E faria mais. Se achasse necessário, pediria desculpas em nome do município por alguma eventual omissão, mesmo achando que esta não tenha ocorrido, não importa, e me colocaria à disposição da família, para lhe dar qualquer amparo, por acreditar que esta é a hora do município, enquanto instituição, assisti-la. Se já foi feito tudo que disse, peço perdão pela minha desinformação.

Quando um fato dessa natureza gera tamanha indignação, alguém com bom senso deveria alertar para o lado positivo da revolta coletiva que leva as pessoas às ruas para protestar. Talvez João Ediglê pudesse ser engajado na luta efetiva do poder público para a solução deste problema, antes que passe a ser usado como exemplo de descaso da gestão atual ou como cabo eleitoral de um campanha política. Se eu fosse o prefeito, o convidaria a ir comigo até a capital do estado, para que ele mesmo contasse as autoridades da área, o seu drama pessoal e familiar e mostrasse a real necessidade de se resolver este problema em nossa cidade. Se fosse necessário, eu o levaria até Brasília, com o mesmo intuito. Mas também o levaria para conhecer um canil, um centro de zoonoses e a sociedade protetora dos animais, para que João Ediglê tivesse noção de quantas barreiras teria ou terá que enfrentar até que pelo menos um de seus pedidos seja realizado.

Acho cruel ver um pai de família, revoltado pela perda de seu único filho, gritando aos quatro ventos, sem que sua voz encontre o eco necessário. Mas também acho desumano criar grandes expectativas quanto ao seu clamor, embora legítimo, mas difícil de ser ouvido e atendido em sua plenitude.

Tenho receio de que a comoção passe, a revolta se dissolva no tempo, e que este mesmo tempo transforme uma oportunidade de mudança em um fato corriqueiro, isolado, tornando-o apenas mais um número de uma estatística.

Publicado em: 15 de outubro de 2014 às 19:56
Quero Comentar

Uma criança morreu. E todos nós, sociedade civil, somos culpados!


O pedreiro João Ediglê de Aguiar Pereira, 36, residente à Rua José Batista de Freitas, bairro Riachinho, neste município, perdeu seu único filho, vítima de calazar.

O pedreiro João Ediglê de Aguiar Pereira, 36, residente à Rua José Batista de Freitas, bairro Riachinho, neste município, perdeu seu único filho, vítima de calazar.

Sinto-me envergonhado com a nossa capacidade de matar. Hoje, nós, enquanto membros da sociedade, contribuímos para a morte de uma criança de apenas um ano e meio de idade. O nosso egoísmo, a nossa indiferença, o nosso jeitinho de empurrar com a barriga os nossos problemas em comum, levaram uma criança à morte prematura. Poderia ter sido evitado. Poderia, se tivéssemos tido mais empenho, mais cuidado. Sabemos todos que, mais cedo ou mais tarde, isso ocorreria e é provável que volte a ocorrer. Não é de hoje que o grande número de cães errantes gera reclamações das mais diversas. Autoridades se reuniram para procurar uma solução, é verdade, e algumas medidas foram tomadas: uma lei que autoriza a criação de um canil e a realização de sorologia em animais com suspeita de calazar. A criação do canil esbarrou na falta de recursos, como sempre. E a triagem de animais com suspeita de ter a doença, com a sua consequente retirada de circulação, podem ter adiado a aparição de casos de calazar, mas não impediu que estes ocorressem. E agora, com uma vítima fatal. É preciso assumir que as autoridades tentaram, procuraram uma solução dentro do possível, mas não conseguiram, o que comprova que boa vontade e medidas paliativas nada resolvem. E ainda por cima, existe uma legislação em vigor que protege mais os animais do que as pessoas, o que impediu uma ação mais forte por parte das autoridades para solucionar a questão.

Agora, um pai e uma mãe levarão seu único filho à cova, prematuramente. Nós, com a nossa sensibilidade volátil, sentiremos alguma coisa parecida com indignação neste primeiro momento. Mas passará logo. Tem sido sempre assim. Diante de problemas gritantes que nos atormentam, nos indignamos de imediato, mas logo nos esquecemos, de forma que tudo volta a ocorrer novamente, num círculo vicioso de pequenas tragédias, que vão nos tornando cada vez mais insensíveis.

E o que faremos de agora em diante? Vamos procurar culpados? Apontar o dedo? Buscar alguém para Cristo? Voltar à nossa rotina? Ora, isso tudo já fizemos antes. Agora, é hora de procurar uma solução definitiva para o problema, não jogando a responsabilidade nos poderes constituídos, mas juntando-se a estes, com nossa consciência de cidadão. Se há o projeto de um canil, que lutemos para a sua construção. Se não for possível e se há uma legislação que protege os animais e que é mais importante do que uma legislação que protege o ser humano, então, concluo definitivamente que algo está errado, muito errado. Em tempo: os cães não têm qualquer culpa com o ocorrido, são irracionais, embora afetivos. Nós temos a culpa, porque somos racionais e insensíveis aos nossos próprios problemas, sempre esperando que as soluções caiam do céu.

À família da criança, os meus pêsames, num misto de vergonha e dor, por não ter feito mais alguma coisa como cidadão consciente, para que tal tristeza não viesse a se consumar.

Publicado em: 15 de outubro de 2014 às 09:37
Quero Comentar

Dilma precisa de mais um mandato para aprender a mentir com mais firmeza. Aécio paga pelos erros de seu partido no passado.


Sobre o debate da Band…

dilmaaaaaaaa

Cheguei a conclusão de que Dilma Roussef realmente precisa ser reeleita. A candidata ainda não aprendeu a mentir com a mesma firmeza que o Lula. Merece, portanto, mais quatro anos para terminar o péssimo serviço que já começou e acabar com qualquer dúvida sobre a sua capacidade de administrar. Quanto a Aécio, me parece bem intencionado, mas está pagando pelos pecados que o partido cometeu quando esteve no poder. O povo decidirá se merece uma chance de se redimir, mas a artilharia pesada do PT, quase terrorista, poderá atrapalhar o desempenho do candidato nas urnas.

O Horário de Verão…

Começará no próximo domingo, graças a Deus. Assim, tudo passará mais rápido, inclusive essa campanha política que eu não aguento mais. É tanta bobagem repetida e tanta falta de proposta concreta que chega a doer no cérebro de qualquer cristão…aff

Um mini apagão…

Foi registrado em algumas secretarias municipais de Várzea Alegre que tiveram a energia elétrica cortada pela Coelce. Mas foi tudo muito rápido, na velocidade da luz. Logo o serviço foi restabelecido.

Sobre a política em Várzea Alegre…

Os ânimos estão acirrados nas rodinhas de conversas que se formam nas esquinas. Defensores de Dilma e de Aécio discutem calorosamente sobre quem é o melhor candidato para o Brasil. Em pauta, tudo: corrupção, ideias, atitudes e projetos dos candidato. Aliás, estão dizendo que Aécio Neves passará rapidamente por este município na próxima sexta-feira, acompanhado por Tasso Jereissati. Os correligionários do candidato estão se preparando para recepcioná-lo no Parque Cívico, mas não se sabe o horário. A informação surgiu nas redes sociais, mas não foi confirmada oficialmente.

E para terminar…

Parabéns, professor, pelo seu dia. Continue resistindo a indiferença dos governantes em relação ao seu papel importantíssimo para a sociedade. Um dia, creio, haverá de ser reconhecido à altura…

Publicado em: 13 de outubro de 2014 às 15:22
Quero Comentar

Várzea Alegre tem campanha fria no segundo turno das eleições


candidatos-390

É impressão minha ou a campanha para governo do estado deu uma boa esfriada em Várzea Alegre? Não tenho visto o mesmo vigor de outrora, quando do primeiro turno, por parte dos correligionários de ambas as coligações. Há quem diga que algumas lideranças ‘tiraram o pé do acelerador’ para evitar maiores conflitos internos dentro dos grupos políticos. Pelo andar da carruagem, é possível que a abstenção de eleitores, que já foi alta no primeiro turno neste município, venha a aumentar, tamanha a calmaria em torno da campanha. Parece que diante do novo cenário eleitoral, muita gente anda repensando alguns posicionamentos. Só nas redes sociais ainda sobram farpas para alguns…mas é até natural…

144 anos de Várzea Alegre

_DSC1267_540x804

A Semana do Município 2014 foi repleta de eventos nas mais diversas áreas: cultural, religiosa, social e política. Houve de tudo um pouco. Destaque para a escolha da nova Rainha do Município, a jovem Roseana Barbosa, 17, na noite de sexta, 10, no Parque Cívico São Raimundo Nonato.

Humildade e trabalho

creche-antonio-celeste

Diante de cobranças, críticas e discussões por parte de aliados e de adversários nos últimos dias a respeito da sua gestão, o prefeito Vanderlei Freire (PSD), com a humildade que lhe é peculiar, inaugurou a Creche Antônio Celeste, no bairro Riachinho, sem contra-atacar ninguém. O evento ocorreu neste domingo, 12, com a presença de diversas autoridades.

Publicado em: 6 de outubro de 2014 às 15:20
Quero Comentar

Eleições em Várzea Alegre – Alta abstenção mostra afastamento entre líderes e liderados


abstençãoNa ânsia de mostrarem suas lideranças e de comprovarem quem é que manda no pedaço, algumas pessoas têm fechado os olhos para o fenômeno da diluição de votos que ocorreu nestas eleições em Várzea Alegre. Vejo todo mundo analisando os números de Eunício Oliveira e de Camilo Santana, sem se dar conta dos números que ficaram silenciosos dentro ou fora da urna, ou seja, os votos em branco (2.295), os nulos (2.778) e os números da abstenção, que chegaram a exatos 7.420 eleitores que não compareceram às urnas seja lá qual tenha sido o motivo. Numa análise simplista, pode-se dizer que 12.493 eleitores não foram convencidos pelos líderes locais a votar em um de seus candidatos. Alguém pode argumentar que muita gente morreu ou foi embora do município, e que por isso mesmo, o número não é exato. Pode até ser, mas não houve nenhuma catástrofe que tenha feito com que quase 8 mil pessoas tenham morrido ou ido embora da cidade, justificando tais ausências. Acho bem difícil.

Justiça Eleitoral considera que abstenção foi alta neste primeiro turno

A própria Justiça Eleitoral considerou a abstenção de mais de 7 mil eleitores faltosos muito grande, quando de seu pronunciamento no início dos trabalhos de apuração, ainda na noite de domingo, 5. Foi quase 1/3 dos cerca de 30.927 eleitores de Várzea Alegre. E o que dizer dos 5.073 votos em branco e nulos? Por que um cidadão prefere não escolher nenhum candidato a ter que votar em qualquer um deles? Só pode ser a falta de sintonia com suas ideias e a falta de confiança de que qualquer um possa lhe representar eficientemente. Mas isso também pode ser um retrato da não aceitação do próprio quadro político atual da nossa cidade, onde a situação luta pela eleição de candidatos diferentes e a oposição não faz oposição, também apoiando um mesmo candidato da situação. Parece-me que tem muita gente preferindo seguir sem líder mesmo e os líderes estão perdendo terreno para ninguém…

Óculos 3D para enxergar direito o que se passa…

Já disse em outra ocasião que para enxergar e entender direito o que está ocorrendo na política local, é preciso usar óculos 3D. Vamos aos exemplos para justificar a minha sugestão: Vi na última semana, pessoas da situação criticando o ex-prefeito Zé Helder. Mas também vi pessoas da situação defendendo Helder e criticando o prefeito Vanderlei. E também vi pessoas de oposição que antes criticavam Zé Helder, agora defendendo Vanderlei. E não vou nem citar as coisas que ouço em mesas de bar e nas turminhas de ruas que debatem a política local. Melhor usar a tecla SAP.

Sobre a abertura das urnas…

Os camilianos não estavam muito confiantes no início da apuração. Já os eunicistas estavam prontos para comemorar. Até que o jogo virou. A virada de Camilo sobre Eunício prometida pelos Ferreira Gomes nas pesquisas só veio aparecer na apuração dos votos. A pequena margem apontada na pesquisa ibope que dava vitória a Eunicío Oliveira, apareceu nos votos de Camilo, e agora, ambos jogarão o segundo tempo da partida da democracia…Os camilianos foram às ruas comemorar um segundo turno com gosto de vitória. Os eunicistas mais eufóricos também comemoraram a não derrota, mas ficaram ressabiados com o recado das urnas….

O jogo segue…

Vem aí, o segundo capítulo destas eleições. Será que teremos mais bandidos ou mocinhos neste conto da vida real? O tempo dirá…Por enquanto é só…até mais…

Publicado em: 1 de outubro de 2014 às 15:26
Quero Comentar

Vereador Luiz Luciano defende o ex-prefeito Zé Helder e renuncia do posto de líder da situação na Câmara


Luiz Luciano e Antônio Sebastião saem defesa de Zé Helder e Vanderlei, respectivamente.

Foto: Arquivo | Luiz Luciano (PMDB) e Antônio Sebastião (PT) saem defesa de Zé Helder e Vanderlei, respectivamente.

O vereador Luiz Luciano e Silva (PMDB) saiu em defesa do ex-prefeito Zé Helder (PMDB), fez críticas veladas ao atual prefeito Vanderlei Freire (PSD) e renunciou ao cargo de líder da situação na Sessão desta quarta-feira, 01. Num clima de tensão, houve momentos de embate entre os vereadores de situação, assim como entre estes e os de oposição. Em pauta, as críticas realizadas pelos edis Luiz do Conselho (PRB) e Antônio Sebastião (PT) na sessão da semana passada, quando os vereadores apontaram as dificuldades para a conclusão de obras em andamento no município, atribuindo-as a gestão do ex-prefeito Zé Helder (Saiba mais aqui). Para Luiz Luciano, o prefeito Vanderlei Freire precisa enxergar o que está dando tanto prejuízo à sua popularidade. “A popularidade dele está lá embaixo e eu não quero isso pra ele, não. Eu quero é que ele suba, gosto dele e quero bem. Agora, dizer que Vanderlei herdou, digamos assim, uma herança maldita, pelo amor de Deus” – bradou o edil, referindo-se às acusações de seus colegas edis. Luiz Luciano afirmou que a atual gestão recebeu de Zé Helder cerca de 21 obras em andamento e que dívidas que são repassadas de uma administração para outra são naturais. “Vanderlei está de parabéns porque recebeu o município organizado, cidade bonita, e muitas obras, inúmeras que foram concluídas e outras que deixou por concluir” – disse. O vereador foi enfático ao afirmar que a culpa das obras não terem sido concluídas até o momento é da atual gestão, salientando “que está havendo incompetência da sua assessoria”. Num segundo momento, Luiz Luciano acusou o seu colega de bancada Antônio Sebastião de estar cuspindo no prato em que comeu, afirmando que este foi um dos mais prestigiados pela gestão de Zé Helder, e agora lhe faz críticas infundadas. Sebastião, em aparte cedido pela Mesa Diretora, e não por Luiz Luciano, se defendeu citando o caso da quadra da comunidade do Roçado de Dentro, cuja documentação informa que a obra foi concluída, mas nem sequer o terreno estaria regularizado, prejudicando a empresa que a construiu, que ainda não recebeu o pagamento pelo serviço executado. Ouça o trecho do embate entre os edis na íntegra:

Publicado em: 30 de setembro de 2014 às 15:52
Quero Comentar

Várzea Alegre – Forró 100% e Maurício Jorge farão shows no Dia do Município


samira-show

A Prefeitura de Várzea Alegre divulgou nesta manhã de terça-feira, 30, a programação completa das festividades pelos 144 anos de emancipação política do município. Os eventos ocorrerão a partir do dia 07 de outubro e serão encerrados no dia 19, com uma cavalgada. No dia 10, aniversário da cidade, haverá shows com a Banda Forró 100% e com o cantor Maurício Jorge. Veja a programação completa a seguir:

Dia: 07/10 – Terça-feira

18h30min – Projeto Educação – Revelando Talentos – Apresentações culturais e artísticas da Educação Infantil

Local: Pólo de Lazer Antônio Alves Costa (Calçadão)

Dia: 08/10 – Quarta-feira

8h – Escolha da Rainha dos Programas EJA e Brasil Alfabetizado

Local: Pólo de Lazer Antônio Alves Costa (Calçadão)

18h – Noite dos Campeões – Apresentações culturais e artísticas dos alunos destaques das escolas municipais

Local: Pólo de Lazer Antônio Alves Costa (Calçadão)

Dia: 09/10 – Quinta-feira

7h30min – Dia “D” da Saúde Mental

Percurso: Caminhada do CAPS até Parque Cívico São Raimundo Nonato

8h – Projeto Várzea Alegre Cresce Brincando – Atividades recreativas e lúdicas para crianças

Local: Parque Cívico São Raimundo Nonato

Dia: 10/10 – Sexta-feira (Feriado Municipal)

7h30min – Momento Cívico

- Hasteamento das Bandeiras

- Desfile Cívico das Escolas do Município – Alunos do Fundamental I

Local: Paço Municipal

9h30min – Missa Solene

Local: Igreja Matriz de São Raimundo Nonato

16h – Desfile de Abertura da X Cavalhada de Equipe

Percurso: Saída da Praça Santo Antônio, benção na Praça da Matriz e chegada no Estádio Dr. Pedro Sátiro (O Juremal)

17h30min – Abertura da X Cavalhada de Equipe

Homenageado: Antônio Vanutti Batista Costa (In memorian)

Local: Estádio Dr. Pedro Sátiro – O Juremal

20h – Desfile de Escolha da Rainha do Município 2014

Local: Parque Cívico São Raimundo Nonato

21h – Shows de Forró 100% e Maurício Jorge

Local: Parque Cívico São Raimundo Nonato

Dia: 11/10 – Sábado

18h30min – Disputa da X Cavalhada de Equipe

Local: Estádio Dr. Pedro Sátiro – O Juremal

20h – Dia do Evangélico e Show da Banda Som e Louvor

Local: Parque Cívico São Raimundo Nonato

Dia: 12/10 – Domingo (Feriado Nacional)

7h30min – Corridas de Rua

Local de Saída: Paço Municipal

18h30min – Disputa da X Cavalhada de Equipe

Local: Estádio Dr. Pedro Sátiro – O Juremal

Dia: 19/10 – Domingo

6h – VIII Cavalgada

Percurso: Concentração no Estádio Dr. Pedro Sátiro (O Juremal), seguindo pela Praça da Matriz de São Raimundo Nonato, com destino ao sítio Lagoas, em Canindezinho.

Sobre mim:


"Já que não nasci rico, tenho que me virar nos 30, como:

- Locutor da Rádio Cultura;
- Webdesigner da Metas Comunicações
- E outras atividades paralelas decorrentes das duas primeiras.
Aprendi a ser feliz como posso e com o que tenho. Peço a Deus todos os dias, que arranque de meu coração, o peso descartável das vaidades humanas. E que se puder, e sei que pode, que Ele jamais se esqueça de me alcançar com a sua infinita misericórdia, por toda a minha vida."


Outros assuntos:

Banco do Brasil de Várzea Alegre adere a greve da categoria


Edis culpam ex-prefeito Zé Helder por obras inacabadas, mas apoiadores do ex-gestor o defendem nas redes sociais


Várzea Alegre – Campanha chega à reta final pegando fogo


Camilo ameaça chegar junto, mas Eunício continua na dianteira


Comunidades rurais recebem visitas dos apoiadores dos candidatos a Governo do Estado


Jovem com problemas mentais desaparece e deixa família desesperada


Prefeitura abre inscrições para seleção da Rainha do Município 2014


Hoje começo a escrever o capítulo 39 de minha história…


Familiares e amigos participarão de missa pelos 5 anos de morte de Dr José Iran Costa


Zé Helder será homenageado em São Bernardo/SP pelo êxito de sua administração em Várzea Alegre


Sessões da Câmara de Vereadores voltam a ser transmitidas pela Rádio Cultura nesta quarta-feira, 10


Zé Helder receberá Título de Cidadania da Câmara de São Bernardo do Campo/SP


Pesquisa divulgada nesta quarta-feira deixa correligionários de Camilo eufóricos


População se mobiliza por plebiscito sobre realização de uma Constituinte


Misto de fé e cultura, festividades de agosto atraem multidões para Várzea Alegre


Em Várzea Alegre, Eunício e Camilo realizarão caminhadas no mesmo horário e no mesmo local. Será isto prudente?


Eunício e Camilo visitarão Várzea Alegre no mesmo dia – sexta, 29 de agosto


Besteirol dos programas dos candidatos não ajuda eleitor a decidir em quem votar


Eunício Oliveira estará em Várzea Alegre nesta sexta, 29


O que escolher? Uma rodada na roda gigante ou suco e pastel?


Em Várzea Alegre, eleição estadual vira disputa municipal e mexe com nervos de correligionários


Cenário político em Várzea Alegre confunde até eleitor mais experiente


Família de Eduardo Campos mostra a força que existe na alma do brasileiro


Várzea Alegre quase pronta para as Festas de São Raimundo e de Agosto 2014


Cantor Leonardo estará em Várzea Alegre no próximo dia 29 de agosto


Sem publicidade, Câmara realiza sessão, mas nenhum vereador se pronuncia